sábado, 27 de novembro de 2010

Prévia de “El Clásico”: Barcelona x Real Madrid

O Camp Nou – estádio com média de 76.166 pessoas por partida, em La Liga da atual temporada – receberá o “El Clásico” de número 208 (apenas partidas oficiais). Recentemente, o Barcelona se dá melhor, mas em todos os tempos, o Real é quem lidera as estátisticas. São 85 vitórias merengues contra 81 blaugranas e 42 empates.

Últimos confrontos, com autores dos gols:

Confrontos em 2009/10: Barcelona 1x0 Real Madrid (Ibrahimovic) / Real Madrid 0x2 Barcelona (Messi e Pedro)

Confrontos em 2008/09: Barcelona 2x0 Real Madrid (Eto’o e Messi) / Real Madrid 2x6 Barcelona (Higuaín e Sergio Ramos / Henry, Puyol, Messi, Henry, Messi e Piqué)

Confrontos em 2007/08: Barcelona 0x1 Real Madrid (Júlio Baptista) / Real Madrid 4x1 Barcelona
(Raúl, Robben, Higuaín e Van Nistelrooy / Henry)
Júlio Baptista foi o heroi da última vitória merengue, no Camp Nou - Getty Images

Como podemos ver, a última vitória do Real Madrid longe de seus domínios veio em 23/12/2007, na 17ª rodada de La Liga da temporada 2007/08. O 1x0 à época teve gol de Júlio Baptista, atualmente jogando na Roma.

Além de colocar em campo dois rivais históricos, o dérbi dessa segunda-feira coloca líder e vice-líder do atual Campeonato Espanhol, e caso o Barcelona conquiste os três pontos, os catalães tomam a ponta do time de Mourinho. Por falar no treinador português, que promete ser personagem importante do jogo, sob seu comando o Real Madrid ainda não perdeu. O Barça de Guardiola perdeu apenas duas vezes.

Veja as campanhas dos dois times no ano:

Real Madrid: 19 jogos, 15 vitórias, 4 empates, 0 derrotas, 49 gols marcados, 9 gols sofridos e 40 tentos de saldo.

Barcelona: 21 jogos, 16 vitórias, 3 empates, 2 derrotas, 57 gols marcados, 15 gols sofridos e 42 tentos de saldo.

Os jogadores dos dois lados também estão se destacando, pelo lado merengue Cristiano Ronaldo é o principal nome e com a camisa blaugrana o número um é Messi. A dupla vencedora do prêmio de Melhor do Mundo FIFA nos últimos dois anos, é líder em assistências em La Liga (5 passes decisivos para cada um) e lideram seus times em gols na Liga dos Campeões e também no Campeonato Espanhol.

Veja a artilharia de Barcelona e Real Madrid em 2010/11:
Messi, mais um ano em que ele lidera o Barça, até Daniel Alves sabe que La Pulga é o maior - AP Photo

Messi – 22 gols; Cristiano Ronaldo – 18 gols; Higuaín – 9 gols; Villa – 8 gols; Pedro – 5 gols; Özil, Di María – 4 gols; Iniesta – 3 gols; Daniel Alves, Bojan, Ricardo Carvalho, Benzema – 2 gols; Pedro León, Puyol, Pique, Keita, Xavi, Sergio Busquets, Sergio Ramos, Arbeloa, Ibrahimovic – 1 gol.

Um pouco de história:
Kubala foi o "presente" do didator Franco ao Barcelona, algo que gerou polêmica - FCBarcelona.com

A rivalidade é enorme e vários fizeram ela apenas aumentar. A época da ditadura de Franco, madrilista, que como os torcedores blancos diziam se aproveitava do Real para fazer propaganda de seu sistema, já os blaugranas afirmavam o contrário, o didator ajudou no crescimento merengue. A resposta que vem da capital atende pelo nome de Kubala, o jogador húngaro chegou ao Barça após um grande trabalho diplomático do regime franquista.

Por mais tenso que seja o clima entre as duas equipes, existem jogadores que ousam trocar sair de um dos dois lados e ir diretamente ao rival. Foram 33 ao todo, a maioria (21 deles) jogou primeiro no Barça para depois jogar no Real e 12 deles primeiro passaram pela capital espanhola para depois irem à capital da Catalunha.

Os casos mais famosos, seguiram a maioria, Figo e Michael Laudrup deixaram o Barcelona e logo viraram estrelas no Santiago Bernabéu. Os culés jamais perdoaram o dinamarquês e português

Declarações:

O ex-primeiro ministro espanhol e conhecido culé, José Luis Rodríguez Zapatero disse que: “O Barcelona vencerá por 4x2”.

Casillas discorda de Mourinho, e como mostra a capa do Marca, o goleiro pensa que "El Clásico" pode decidir La Liga - Marca.com

José Mourinho disse que depois de classificações em Liga dos Campeões eliminando o Barcelona, com Chelsea e Internazionale, ele é odiado pelos torcedores blaugranas: “Sou persona non grata para o barcelonismo”. Mas o treinador português completa: “Se ganharmos segunda, o outro dia será terça, se perdemos também, portanto devemos seguir trabalhando”.

O lateral-esquerdo Marcelo, que constantemente é elogiado por Mourinho, segue a mesma linha do comandante: “Ganhar El Clásico, não é ganhar La Liga”.

Fàbregas, ex-jogador das canteras do Barcelona torce de longe: “Que ganhe o Barça”.

Curiosidades:
Roberto Carlos passou onze anos no Real, e tem um recorde desagradável no dérbi - Getty Images

Roberto Carlos é o único jogador na história a marcar um gol contra e um a favor, em "El Clásico", isso é claro, pois foram onze anos jogando com a camisa blanca, as chances disso ocorrer era muito grande.

Xavi tem o maior número de assistências em um "El Clásico", no 2x6 de 2 de Maio de 2009, o meia cedeu quatro assistências (1 Puyol, 1 Henry e 2 Messi).
Os jogos com mais gols (12), são o empate em 6x6, no Santiago Bernabéu, em 13 de abril de 1916 e a vitória do Real por 11x1, também na casa madrilenha.

O 11x1 é também a maior vitória da história de "El Clásico", porém esse jogo é conhecido por uma polêmica, o Franquismo dominava a Espanha à época e os militares "visitaram" o vestiário blaugrana. Os jogadores do Barça foram ameaçados, esse é um dos motivos da grande margem alcançada pelo Real Madrid.

Desfalques:

O Barcelona deve contar com todo o elenco para a partida, uma ótima notícia para Guardiola.

Já Mourinho têm duas grandes preoucupações: Higuaín e Khedira, titulares absolutos do novo Real Madrid. O volante e o atacante treinaram durante toda a semana em separado, na Cidade do Real Madrid.

Porém, as duas equipes ainda não divulgaram as lista de convocados para o jogo, assim que tivermos acesso à elas, divulgaremos acrescentaremos ao post.

Times:

Guardiola abortou o 4-2-3-1, e voltou a utilizar o 4-3-3, com Messi atuando como falso centroavante. Dessa forma, o Barcelona que vai para o jogo deve ser escalado dessa forma, no 4-3-3: Valdés; Daniel Alves, Puyol, Piqué, Adriano; Sergio Busquets (Mascherano), Xavi, Iniesta; Pedro, Messi e Villa.
Mourinho esteve em foco na última vez em que esteve no Camp Nou, à época com a Internazionale - AFP

Já o Real Madrid se utiliza desde o início da temporada do 4-2-3-1, esquema que José Mourinho passou a utilizar na reta final da última temporada, que com a Internazionale ele conquistou a tríplice coroa. A equipe do português deve jogar da seguinte forma, no 4-2-3-1: Casillas; Sergio Ramos, Pepe, Ricardo Carvalho, Marcelo; Xabi Alonso, Khedira (Lass Diarra); Di María, Özil, Cristiano Ronaldo; Higuaín (Benzema).

O jogo está recheado de ingredientes, que nos fazem acreditar em mais um “El Clásico” épico. Não podemos perder a chance de ver a história sendo escrita, portanto nos resta acompanhar esse embate entre Barcelona e Real Madrid, no Camp Nou, segunda-feira às 18h.

4 comentários:

  1. previa muito bom, tem coisas daí que eu nunca nem tinha lido ou sabido.

    não torço para r.madrid ou barcelona, e na minha opinião, dará empate - 3 x 3.

    abraço e parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  2. Barça ganha porque tem Messias.

    abraço!

    ResponderExcluir