quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Humilhação e eliminação!

Olá amigos companheiros do Quatro Tiempos. Depois de uma longa pausa para manutenção, o nosso blog sobre futebol espanhol está de volta, e com novidades. A partir de hoje teremos mais um acompanhate para postar no blog.

Na volta do blog, iremos falar sobre os quatro jogos das quarta-de-finais da Copa del Rey (volta). Começando pelos dois de ontem; Osasuna 0x3 Racing Santander e Sevilla 0x1 Deportivo.

Canales, ao fundo, deu um novo show e o Racing avançou na Copa del Rey (marca)


Ainda que a reação do Racing Santander fosse notável, não dava para esperar um Osasuna tão apático em campo. Empurrados pela sua fanática torcida, que lotou o Reyno de Navarra, o Osasuna precisava de um simples "1-0" para poder avançar as semifinais da Copa do Rei. O time de Santander entrou em campo num 4-2-3-1 com Tchité isolado na frente e um meio campo bastante seguro.

Em um outro grande jogo de Canales, sem dúvidas o jogador que mais cresceu na reação cantábria, o Racing Santander acabou com a classificatória num período de 25 minutos. O primeiro gol, a ducha de água fria: quando todos esperavam um Osasuna aniquilador nos minutos iniciais da partida, aconteceu exatamente o contrário. Com um time molenga em campo, o Racing não demorou para abrir o placar. Xisco fez boa jogada pessoal e marcou o primeiro gol logo aos seis minutos. A partir daí o Osasuna se lançava mais ao ataque e deixava um espaço entre seu meio campo e sua defesa. Canales cobrou um escanteio certeiro na cabeça de Henrique, que testou firme para o fundo da rede: era o game-over.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Camacho tirou Josexto para pôr Juanfran, afim de colocar o time para frente. O Osasuna tentou deixar as coisas menos humilhantes e, mesmo que fosse improvável, não abaixou os braços, continuou lutando dentro de campo, porém, o pior aconteceu. Aos 33 minutos, Sérgio cometeu falta dura em Tchité na entrada da área. Na cobrança o principito Canales mandou na gaveta. No final, Tchité perdeu uma ótima oportunidade de marcar o quarto, após bom passe de Munitis, porém, parou em Roberto. Nas semifinais, o Racing pega o vencedor do confronto entre Atlético x Celta Vigo.

A notícia ruim para o Racing Santander fica por conta de Christian, que acabou se lesionando após o segundo gol do time e é dúvida para o jogo do fim de semana, pela Liga, contra o Getafe.

Deu o óbvio

Bodipo e Navarro disputam a bola: o guinéu-equatoriano marcou um gol insuficiente para os galegos(eldesmarques)

" Há vezes em que 15.000 pessoas merecem mais prêmios que os 40.000 habitual". Essa foi a temática do jogo. Em uma partida que mais parecia jogo-treino, o Deportivo derrotou o Sevilla no Ramón Sanchéz Pizjuan, porém não se classificou para as semifinais da Copa. No "onze inicial" do clube galego, parecia que Miguél Angél Lotina já estava disposto a "aceitar" a eliminação. Com um time recheado de jogadores da base, o técnico temia perder mais um jogador importante, como aconteceu no final de semana, quando perdeu Filipe Luís para o resto da temporada e poupou jogadores como Guardado, Colotto, Valerón e Juca. No time inicial da casa, Manolo Jimenez também usou a rotação, já que o time andaluz tem um jogo importantíssimo na liga contra o Valencia em casa, porém, ao passar do jogo, algums peças importantes como Kanouté e Jesus Navas entraram. Luis Fabiano ganhou seus minutos e provavelmente joga contra os ches no Domingo.

O único gol da partida, aconteceu no final do primeiro tempo. Após falha de Adriano, que afastou mal o cruzamento de Pablo Alvaréz, Bodipo mandou para o fundo da rede. No segundo tempo, o jogo continuava ruim e uma das grandes chances do jogo foi justamente com Luis Fabíano, que cabeçeou rente a trave de Manu.

O Sevilla agora aguarda o vencedor do confronto entre Getafe x Mallorca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário